Archives

Faça sua confraternização de Final de Ano na Pousada Recanto Primavera!

25out

Que tal uma confraternização de final de ano inesquecível na Pousada Recanto Primavera? Temos diversas opções para realização da sua festa de final de ano:

  1. Escolha a confraternização que você deseja,
  2. A quantidade de pessoas,
  3. E entre em contato conosco para ter uma confraternização mais do que especial!

 

  1. Diária completa (das 17h do primeiro dia as 16h do segundo dia)
    Incluso:
    – Pensão completa (café da manhã, almoço, café da tarde e jantar)
    – Toda nossa área de lazer (piscina, sala de jogos, sala de tv, trilhas ecológicas, tirolesa, circuito de arvorismo, lagos para pescaria, pedalinho e muito mais)
    – Monitoria para todas as atividades
    – Hospedagem em chalé com cama box, frigobar, ventilador de teto, tv, banheiro privativo e varanda com redes.
    A partir de R$ 166,00 por pessoa (HOSPEDAGEM EM CHALÉ QUADRUPLO)
  2. Day-use (das 8h as 17h)
    Incluso:
    – Café da manhã, churrasco/almoço e café da tarde.
    – Toda nossa área de lazer (piscina, sala de jogos, sala de tv, trilhas ecológicas, tirolesa, circuito de arvorismo, lagos para pescaria, pedalinho e muito mais)
    – Monitoria para todas as atividades
    – Quiosque para troca de roupa e banho
    A partir de R$ 105,00 por pessoa
  3. Churrasco (das 12h as 16h)
    Incluso:
    – Churrasco (arroz, pão de alho, saladas, linguiça, espetinho de carne, espetinho de frango,
    – Piscina, sala de jogos, sala de tv, trilhas ecológicas, lagos para pescaria, pedalinho e muito mais
    – Quiosque para troca de roupa e banho
    A partir de R$ 48,00 por pessoa
  4. Almoço (das 12h as 16h)
    Incluso:
    – Almoço (arroz, feijão, 1 massa, 2 tipos de carne, 1 acompanhamento, farofa caseira, saladas e 2 sobremesas)
    – Piscina, sala de jogos, sala de tv, trilhas ecológicas, lagos para pescaria, pedalinho e muito mais
    – Quiosque para troca de roupa e banho
    A partir de R$ 44,00 por pessoa
  5. Café da tarde (das 15h as 18h)
    Incluso:
    – Café da tarde completo com chá de maracujá, chá mate, 3 tipos de bolo, 2 tipos de patês, pão de queijo, queijo branco, 2 tipos de geléias, torradas, café, leite, chocolate quente, manteiga, frango e calabresa e 1 tipo de suco
    A partir de R$ 19,00 por pessoa

Formas de pagamento:
40% no ato da sua reserva,
60% restante em até 2 vezes no cartão de crédito ou
100% do valor no ato de sua reserva em até 4 vezes no cartão de crédito.

Escolha a sua opção ou nos informe suas ideias que vamos elaborar algo especial para você ou sua empresa.

Faça um orçamento sem compromisso!

Faça sua reserva através do e-mail contato@pousadarecantoprimavera.com.br ou pelos telefones: (15) 3244-2709, (15) 98119-8929 (Whatsapp) e (11) 5511-7119

10 benefícios que uma viagem pode trazer para você e sua saúde

14mar

Quem acessa esta página está pra lá de convencido do quanto viajar faz bem, tanto para o físico quanto para o mental; mas o jornal El país (Colômbia) conversou com dois especialistas, Andrés Ramírez e Nadya Andrea Rangel e resolvemos compartilhar com você alguns pontos destacados por eles.
Abaixo, 10 benefícios que uma viagem pode trazer para você e sua saúde:

1- VIAJAR MELHORA AS HABILIDADES SOCIAIS

Se você é daqueles que tem medo de aproximar-se de alguém pela primeira vez e fica ruborizado ao falar em público, viajar é um bom exercício para enfrentar estes medos. Resguardados os cuidados necessários quando se conhece alguém estranho numa viagem, fazer novos amigos, compartilhar suas experiências e conhecer as histórias dos outros permitem que suas habilidades psicossociais sejam estimuladas. Sozinho ou acompanhado, durante uma viagem é necessário comunicar-se com pessoas que você não conhece.

2- AUMENTA A CRIATIVIDADE

Alguma vez você se perguntou porque não lhe surgem ideias criativas e diferentes? A resposta pode ser simples: você pode estar preso à sua rotina diária.
A criatividade, segundo o especialista Andrés Ramírez, surge quando dois neurônios não se conhecem, se cruzam e geram novos vínculos. Por isso viajar pode ser uma terapia efetiva para que suas habilidades criativas se potencializem.
Nas viagens, as pessoas estão abertas a conhecerem e viverem coisas novas.
Sem dúvida, romper com o cotidiano pode ser a melhor solução para que as ideias surjam.

3- PODE MELHORAR A SAÚDE CARDÍACA

De acordo com a publicação, o sedentarismo é o quarto fator de risco de morte por doenças cardiovasculares, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Muitas pessoas costumam ser sedentárias ou pouco ativas em sua rotina diária, no entanto quem viaja com maior frequência tende a ser menos propenso a sofrer de enfermidades cardíacas porque durante as viagens costuma fazer mais exercícios, e mesmo sem se dar conta mantém o sangue em constante movimento. As caminhadas para conhecer museus, ruas, cidades inteiras ou espaços naturais como parques e reservas e nadar são atividades que melhoram o ritmo cardíaco.

4- REDUZ O ESTRESSE

De acordo com a publicação, a Clínica Marshfiel de Wisconsin, nos Estados Unidos, realizou um estudo com mulheres no qual descobriu que aquelas que viajavam a cada dois anos eram mais propensas a sofrer de depressão e estresse, que as que saíam de férias ao menos duas vezes por ano.
As grandes tensões da vida fazem com que o corpo libere um hormônio chamado cortisol, que em excesso gera estresse e doenças derivadas.
Durante as viagens, as pessoas costumam esquecer, ao menos por uns dias, dos problemas.

5- AUMENTA A CAPACIDADE DE INOVAÇÃO

Em uma viagem as pessoas estão atentas a tudo de novo que estão vendo, comendo, cheirando e sentindo, aprimorando seu sentimento de admiração e curiosidade.

6- AUMENTA A CAPACIDADE DE ADAPTAR-SE ÀS MUDANÇAS

Uma das habilidades psicossociais mais complicadas para tratar é a adaptação às mudanças. Para muitas pessoas é difícil sair da “zona de conforto”. Durante uma viagem, as pessoas se adaptam a muitas delas, muitas vezes sem perceber e ainda as apreciam. Mudanças no clima, alimentação, vestimenta, idioma e até humor, por exemplo. Por isso, alguém que viaja e gosta de conhecer novas culturas e maneiras de viver é propenso a ter mais facilidade para assimilar qualquer tipo de mudança em sua vida que aqueles que não o fazem.

7- MELHORA A RECURSIVIDADE

Já lhe aconteceu de ter um problema com o qual parece não ter ferramentas para soluciona-lo? Em muitas ocasiões nossa mente fica sem saber como atuar, mas nas viagens, as pessoas adotam a mente “MacGyver” para inventar o que seja a fim de solucionar o problema e seguir com o passeio. Isso acontece porque as pessoas interiorizam inconscientemente algo denominado “a atitude do viajante” que é a capacidade de adaptar-se às mudanças momentâneas pelas quais está passando, a fim de cumprir com o objetivo traçado, que para a maioria é, desfrutar.

8- ABRE A MENTE

Para muitas pessoas é difícil entender as práticas ou ideologias de outros países ou lugares. Sem dúvida, viver sempre em uma mesma cultura algumas vezes pode fechar mais a mente. Viajar pode ajudar a entender todos estes “enigmas” que as vezes consideramos “estranhos”. Por isso, mergulhar em uma cultura diferente e conhecer, deixando de lado os preconceitos, fará com que você se torne uma pessoa com a mente mais aberta, um indivíduo disposto a tolerar e a entender outras perspectivas da vida.

9- MELHORA AS HABILIDADE COGNITIVAS

Se você quer melhorar sua capacidade de aprender, viajar é uma grande alternativa. As pessoas que viajam costumam reunir grandes experiências e ampliar seus conhecimentos de cultura geral.
Você já deve ter ouvido falar (e certamente concorda com isso) que é melhor viajar que comprar objetos materiais. Graças as experiências adquiridas durante uma viagem é possível otimizar seus processos cognitivos e enriquecer-se com lições que vão além das assistidas em salas de aulas.
Segundo a publicação, viajantes têm mais facilidade em aprender outros idiomas e de enriquecer-se mais no âmbito cognitivo.

10- VIAJAR NOS FAZ MAIS FELIZES

Quer viver mais feliz? Viaje!
Durante uma viagem é possível sentir diferentes emoções, mas a mais comum é a sensação de felicidade. Um estudo realizado pela Universidade de Breda, na Holanda descobriu que de 1500 pessoas, 974 demonstraram mais felicidade ao planejar uma viagem. Isso ocorre porque, a partir do momento que se toma a decisão e se planeja a saída, o sistema imunológico se dispõe a liberar endorfinas, que são as encarregadas de manter um estado de prazer e bem-estar.
Durante a viagem, as pessoas costumam reforçar o sistema imunológico com as experiências reunidas e momentos que guardam, sejam sozinhos ou com familiares ou amigos. Assim sendo, um remédio efetivo para combater a tristeza ou o tédio é aquela viagem com a qual você tanto sonha.

Fonte: http://mochilabrasil.uol.com.br/blog/viajar-pode-melhorar-saude

Encontro Estadual de Carros antigos em Piedade

14mar

Confira a matéria do encontro que ocorreu em 2017

A praça da Matriz em Piedade (SP) recebeu um encontro de carros antigos neste domingo (30). Foram pelo menos 400 carros e 200 motos na exposição, segundo a organização. O evento reuniu colecionadores de São Paulo e também de outros estados, como Minas Gerais e Paraná.

Segundo um dos organizadores, Christian Godinho, o público deste ano chegou a 25 mil pessoas, entre moradores da cidade e turistas, superando a edição do ano passado, quando chegou a 20 mil o público.

Entre os destaques do evento estavam o BatMóvel brasileiro, uma coleção de Cadillacs e clássicos como Buicks, Sincas, Corvettes e Mavericks.

O dono do Batmóvel, Iran Gregório, explicou que o carro foi montado em um Opala, ano 1982. Dentro do veículo tem até telefone para chamadas de emergência e uma alavanca para acionar o “paraquedas”.

O empresário Otávio Clemente, saiu de Sorocaba para participar do evento com o seu Cadillac branco, de 1959. O charme do carro, segundo o dono, é o rabo de peixe.

A apresentação musical foi por conta do cantor Elvis Cover & Banda. Além dos diversos carros, caminhões e motos antigos que estavam na exposição, a ação ofereceu praça de alimentação com food trucks, feira de peças e antiguidades, artesanato, brinquedos e apresentação do Dj Brand.

O Encontro Estadual de Carros Antigos foi realizado na praça Coronel João Rosa, no centro. O evento foi organizado pelo Ronco Automóvel Club Piedade, com apoio da Prefeitura de Piedade.

12º Colha e Pague de Kaki Fuyu 2018

14mar

Programada para ocorrer entre 30 de março A 22 de abril (aos finais de semanas e feriados), a 12ª edição do Colha e Pague do Kaki Fuyu, em Piedade, promete novidades para este ano. Segundo organizadores, além de pratos à base de caqui, artesanatos e exposições, haverá apresentações culturais e venda de diferentes espécies de mudas de árvores nativas.

Estima-se que cerca de 5 mil pessoas participem da colheita na plantação cultivada pela família Sakaguti, que chega a mil pés de caqui numa área de Seis alqueires. A família está em Piedade desde 1953 e entre os meses de março e abril sua produção chega a 50 mil quilos.

Quem participar da atividade, que cada vez mais atrai interessados em colher do pé as frutas, leva para casa os caquis orgânicos do tipo Fuyu. O Sítio da Família Sakaguti fica na Estrada Vila Élvio, a 5 km do trevo do bairro dos Pintos. Mais informações pelo telefone (15) 3244 2973.

Prefeitura de Piedade promove 1º Workshop “Negócios de Turismo de Altos de Paranapiacaba”

14mar

A Prefeitura, por meio da Diretoria de Turismo e Conselho Municipal de Turismo (Comtur), vai promover o 1º Workshop “Negócios de Turismo de Altos de Paranapiacaba”, no dia 14 de março, no Olinda Country Club (OCC), a partir das 14h. O empresário inscrito no evento poderá expor seu empreendimento turístico, além de participar de palestras e rodadas de negócios. O evento é voltado aos municípios pertencentes à Região Turística de Altos de Paranapiacaba. São eles: Piedade, Tapiraí, Pilar do Sul e São Miguel Arcanjo.

O objetivo é gerar uma oportunidade dos proprietários de negócios de turismo destas cidades se conhecerem e firmarem novas parcerias. Também irão apresentar a região como destino turístico a agências de São Paulo, Campinas e Sorocaba. Os 20 primeiros inscritos terão direito a usar o palco por três minutos, com microfone, data show e telão, para falar do seu estabelecimento. Caso queiram mostrar algum vídeo ou fotos, deverão encaminhar o material a Diretoria de Turismo até o dia 7 de março.

O workshop é aberto à população. O empresário interessado em expor seu negócio deverá confirmar inscrição até o dia 7 de março, na Diretoria de Turismo. Será cobrada uma taxa no valor de R$ 25,00 para custear o coffe break que será oferecido no encontro. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3244-8400, na Diretoria de Turismo.

Confira programação:
14h – Road show (Rodada de Negócios)
14h30 – Abertura oficial
15h – Palestra “Turismo de Base Comunitária”
16h – Apresentação dos empreendimentos da região (3 minutos cada)
17h – 2º Road Show (Rodada de Negócios)
17h30 – Palestra “Turismo é Negócio”
18h15- Coffe break e 3º Road Show (Rodada de Negócios)
18h45- Palestra “Inovação e Tecnologia”
19h15- Encerramento

BirdWatching em Piedade (Observação de Aves)

22fev

Piedade esteve representada pelo mestre em biologia Márcio de Camargo Rosa no XII Avistar – Encontro Brasileiro de Observação de Aves, realizado entre os dias 19, 20 e 21 de maio, no Instituto Butantan. Esta é a primeira vez que o município participa deste evento, considerado o maior da América Latina.

Márcio ministrou palestra no dia 20 de maio, onde desenvolveu o tema “Piedade: riqueza de aves na Mata Atlântica”. Na oportunidade, o biólogo mostrou um panorama geral sobre o número de espécies de aves registradas no município e quais os principais locais propícios à prática do birdwatching (observação de pássaros), como: Vila Elvio, Parque Ecológico “Collemar de Miranda Botto”, Avenida Marginal (devido às Cerejeiras) e Sítio Sakaguti em razão da grande produção de caqui e os fragmentos de mata no entorno do local.

De acordo com a Diretoria Municipal de Turismo, no encontro, representantes do turismo de Piedade estiveram em um stand com dois banners intitulados “Aves em Pomares de Caqui de Piedade” e “Piedade: avifauna na Mata Atlântica Paulista”. Também informou que a empresa Conteúdo Brasil contratou um grupo de piedadenses representando o Sítio Moriá, Toca da Onça e Café Caipira para fazer o café da manhã que foi oferecido aos participantes na abertura do evento.

observação de aves é o passeio de ecoturismo que tem como objetivo observar as aves em seu habitat natural, sem interferir no seu comportamento ou no seu ambiente.

Tal roteiro constitui uma forma legítima de exploração ecoturística das áreas naturais, visto ser uma prática de baixo impacto. O público que procura este tipo de atividade é um público específico que possui alto grau de consciência ambiental, estando atento e adotando seriamente as práticas de mínimo impacto em ambientes naturais.

Painel Wiki Aves de Piedade – SP

http://www.wikiaves.com.br/cidade.php?c=3537800

O Trekking

22fev

O Trekking ou Caminhada é uma atividade física, aeróbica, que consiste no ato de caminhar em trilhas naturais, buscando maior contato com a natureza. É, na verdade, a mais antiga e conhecida forma de deslocamento desde que o homem ascendeu à qualidade de bípede e iniciou o ato de caminhar. Pode ser praticado tanto como uma forma de lazer, quanto em competições. Nesse caso, trata-se do trekking de regularidade e das corridas de aventura, modalidades que surgiram no início da década de 90, quando amantes da natureza resolveram adaptar as regras dos enduros de moto e jipe à caminhada ecológica.

A palavra trekking tem sua origem na língua africâner, onde o verbo trekken significa migrar e carregava uma conotação de sofrimento e resistência física, numa época em que o único meio e locomoção era a caminhada. Quando os britânicos invadiram a região, a palavra foi absorvida pela língua inglesa e passou a designar as longas caminhadas realizadas pelos exploradores em direção ao interior do continente.

trekking é uma das atividades ao ar livre mais seguras, e que pode ser praticada por qualquer pessoa saudável, em qualquer idade. Para aqueles que não praticam atividade física regularmente, o melhor caminho é se exercitar em caminhadas mais curtas, em praias ou parques. Porém, antes de praticar qualquer atividade física é necessário que se faça uma avaliação médica para garantir a segurança.Os praticantes do trekkingaliam o prazer em contemplar a natureza com os benefícios da atividade física, tentando fugir do stress do dia-a-dia.

Não existe uma idade mínima para a prática do trekking. O ideal é que o iniciante esteja acompanhado sempre de guias experientes, que já tenham feito a trilha anteriormente. Uma das maneiras de se iniciar no esporte é fazer a primeira trilha com uma agência especializada ou com algum grupo organizado, como os clubes excursionistas. Neste primeiro contato, será possível avaliar de forma correta e segura o ritmo da pessoa, suas necessidades e dificuldades em uma trilha. Mesmo contando com o auxílio dos guias, é interessante prestar atenção no caminho e nas soluções dadas aos problemas que surgirem para aprender a caminhar em ambientes naturais.

Em geral, a atividade é muito acessível do ponto de vista financeiro, pois são poucos os equipamentos necessários a sua prática. O Brasil é um local privilegiado para a prática do esporte, já que conta com trilhas espalhadas por todo o país, em locais de beleza diversa (chapadas, montanhas, praias, planaltos etc.) e inigualável.

 

Tipos de trekking

Existem diferentes tipos de trekking que são definidos pelo fator motivador da atividade (lazer ou competição) e por outras características como duração, distância, velocidade e regularidade. Conheça a seguir:

Trekking de um dia – Com curta duração, é uma atividade de lazer muito utilizada no Brasil, principalmente próximo aos grandes centros urbanos. A caminhada tem aproximadamente 10 km com início e fim bem definidos. Pode-se ir de um local a outro, semelhante às travessias, ou ir até algum cume e retornar ao ponto de partida. Existem trilhas com estas características espalhadas por todo o país.

Travessias ou trekking de longa distância – Trata-se de uma atividade de lazer, uma caminhada realizada entre dois pontos, cujo objetivo final é atingir o local proposto. É praticado por grupos com equipamentos para pernoites (como barraca e saco de dormir) e alimentação própria. Os trekkings mais longos podem durar vários dias, como a Trilha Inca (4 dias aproximadamente), ou caminhadas no Nepal (10 dias). Algumas são consideradas expedições, quando contam com carregadores, cozinheiros, guias especializados, etc.

Trekking de regularidade – Tem caráter competitivo. Um percurso não conhecido dos participantes é pré-determinado pela organização, para a realização de uma trilha, com tempo e local definidos. O importante não é a velocidade e sim manter-se no percurso correto e no tempo determinado. Utiliza-se planilhas com velocidades médias, distâncias e símbolo-referência. Pode-se utilizar qualquer equipamento de medição e de cálculo. O Trilha a Pé é um bom exemplo. As competições são realizadas por equipes, que costumam ser de três a seis integrantes. Cada um fica responsável por uma tarefa, sendo muito comum dividir em um navegador, um calculista e um contador de passos.

Trekking de velocidade – Também tem caráter competitivo e são chamadas de corridas de aventura. O objetivo dos competidores é alcançar postos de controle definidos pela organização da prova, no menor tempo possível, utilizando o caminho que melhor se adaptar ou achar melhor, e usando recursos como cartas de navegação e bússola. Deve-se observar a ordem dos postos de controle, que deverá ser seguida cronologicamente.

Equipamentos usados

Os equipamentos necessários para o trekking são mais baratos que o de outros esportes de aventura, mas mesmo assim precisam ser escolhidos com muito cuidado e critério, avaliando não apenas preço, mas também a qualidade. Equipamentos adequados podem garantir maior conforto à atividade.

Calçado – Por se tratar de uma caminhada, os calçados são de fundamental importância. As botas oferecem segurança ao tornozelo nos diversos terrenos e, por isso, são as mais recomendadas. Hoje existe também vários modelos de tênis específicos para a caminhada outdoor, sendo uma boa opção para o trekking. Durante a caminhada, o ideal é que se utilizem duas meias, uma fina com outra mais grossa por cima (pode ser de lã, se a caminhada for em local mais frio). Dessa maneira estará diminuindo o atrito dos pés com o calçado. As meias de algodão, por encharcarem facilmente, são desaconselhadas para o esporte.

Mochila – Usada para guardar todos os objetos necessários, como lanche, kit primeiros socorros, cantil, lanterna e demais acessórios. O tamanho deve ser escolhido conforme a duração do trekking e a quantidade de coisas que precisará levar. O ideal é que todo o equipamento caiba dentro da mochila, e não precise ser pendurado do lado de fora, o que acaba atrapalhando a caminhada por ficar agarrando nos galhos. Em trekkingscurtos, as pochetes (ou estojos de cintura) podem ser uma boa opção. Confira as opções de mochilas da Trilhas & Rumos.

Vestuário – Mundialmente, as calças-bermudas são as mais utilizadas para a prática do trekking. São calças bem versáteis porque permitem a retirada da parte de baixo, transformando a calça em uma bermuda, o que diminui a quantidade de roupa a ser carregada. No Brasil, devido ao clima quente, é comum o uso de roupas feitas com tecidos de secagem rápida no trekking, como a Calça Cargo e as camisas Sec Tech, TrilhasPro e Confortech, da Trilhas & Rumos. Recomenda-se também o uso de roupas claras (que absorvem menos calor) e vale levar na mochila um corta-vento ou capa de chuva, além de um casaco, caso o tempo mude.

Cantil – Hidratação é fundamental nas caminhadas, sejam elas competitivas ou apenas de lazer. Todo praticante vai ter sede e precisa se hidratar durante a atividade. É por isso que um cantil, de no mínimo um litro, deve estar sempre na mochila. A Trihas & Rumos tem ótimas opções para hidratação, incluindo cantis que se conectam diretamente às mochilas.

Acessórios – Os bonés ou chapéus também são de grande utilidade, pois protegem do sol e da chuva. Um protetor solar e um anorak também são itens recomendados para quem vai praticar o trekking.

Em provas – O trekking de regularidade e as corridas de aventura exigem equipamentos específicos. A bússola, por exemplo, é indispensável e para garantir o sucesso na prova é recomendável que se leve mais de uma. É necessário, entretanto, saber utilizá-la da maneira correta, já que um erro de direção pode acabar com as chances da equipe. Para calcular as distâncias entre os percursos são necessárias calculadoras. Também é importante que a equipe possua mais de uma, para o caso de quebra. Pilhas reservas são essenciais. Os relógios individuais são os maiores aliados para que o tempo estipulado em cada parte do percurso seja cumprido. Os modelos digitais facilitam a visualização e oferecem maiores possibilidades. Para a conservação e proteção dos objetos e planilhas é recomendado o uso de sacos plásticos.